Como ter uma boa convivência com os vizinhos

Ter um bom relacionamento com as pessoas que moram próximo ao seu apartamento é essencial para ter um dia a dia mais leve e tranquilo e, para que isso aconteça, é indispensável valorizar o respeito, a educação e as boas práticas. Pensando nisso, separamos aqui algumas práticas que você pode adotar para conviver tranquilamente com seus vizinhos!

1. Evite barulhos excessivos após as 22h

Ninguém gosta de acordar por conta de barulhos muito altos, e muito menos não conseguir dormir por causa de uma festa que está acontecendo no apartamento do lado. Por isso, é importante evitar ruídos excessivos, como música alta, conversas ou discussões com tons elevados, latidos de cachorros, entre outros; entre 7h e 22h.
Atualmente no estado de São Paulo, existe uma lei vigente que estabelece um limite de ruído permitido:

Entre 7h e 22h em zonas residenciais: 50dB (equivale aproximadamente ao choro de um bebê).
Após as 22h em zonas residenciais: 45dB.

Mesmo sendo difícil mensurar a intensidade do som, é importante que prevaleçam o bom senso e a educação acima de tudo.

Obs.: Fique atento! Caso seja feita uma denuncia e você não esteja cumprindo a lei, é possível que você seja multado pelo órgão de controle local ou nacional.

2. Não se envolva diretamente em assuntos de terceiros

O que fazer se seu vizinho estiver fazendo muito barulho, por exemplo? Nunca se envolva diretamente! Interfone para a portaria e deixe o síndico ou o zelador cuidar do problema. Ao se envolver, você só causará atrito com seu vizinho e deixará o clima desconfortável.

3. Ao utilizar o elevador, cuide do seu animal de estimação

Se você for dar um passeio com seu melhor amigo, utilize focinheiras e carregue-o no colo. Caso seja muito grande ou pesado para carrega-lo, como é o caso de vários cachorros, use o elevador apenas quando estiver vazio.
Lembre-se: nem todos gostam de pets e ninguém é obrigado a conviver diretamente com eles.

4. Após utilizar uma área comum, deixe tudo arrumado

Não é preciso fazer uma limpeza à fundo, mas após usar o salão de festas, por exemplo, é sempre bom ter um cuidado especial e limpar o máximo possível, adotando práticas básicas, como juntar copos descartáveis e jogar em sacos plásticos de lixo. É importante também entrar em contato com a gestora do condomínio ou com o síndico para saber como funciona a questão da taxa ou o pagamento da limpeza mais profunda.

5. Tenha um cuidado especial na piscina

A piscina do condomínio é um espaço comum e, por isso, requer práticas especiais para uma boa convivência:
Não ingira alimentos na piscina, seja fora ou dentro. Qualquer tipo de comida pode levar à contaminação da água.
Não leve caixas de som. Lembre-se: nem todos querem ouvir música quando estão na piscina.
Seguindo essas dicas, você vai ter uma convivência muito mais tranquila com seus vizinhos! E lembre-se, sempre que precisar lidar com alguma questão que pode levar a uma discussão, mantenha a calma e argumente com muito respeito e tranquilidade.


11/02/2019

Top